Governador contará com R$ 9,583 bilhões para o ano eleitoral

Publicado em: Terça-feira, 20 de Julho de 2021, 08:32h - Por: Blog do Toni

O governo do Piauí recebeu em 2021 a quantia de R$ 3,423 bilhões em repasses constitucionais.

Os valores são transferidos a cada dez dias pelo governo federal de forma obrigatória.

Os meses de melhor desempenho foram fevereiro e maio, enquanto março teve o menor volume de repasses ao longo deste ano.

Em julho, entre 1º e 20, foram repassados cerca de R$ 276,882 milhões.

Até dezembro espera-se que o executivo piauiense receba importância estimada em R$ 6,846 bilhões em transferências constitucionais obrigatórias do governo federal.

Pode-se dizer que o governador Wellington Dias (PT) está cheio da grana para as próximas eleições, sim, porque obras mesmo a gente não vê, e a única grande realização anotada pelo chefe do Executivo é a folha de pagamento.

Ele conta ainda com R$ 1,6 bilhão em recursos de precatórios do Fundef, cerca de R$ 300 milhões em repasses de combate ao Covid-19 (sob investigação da Polícia Federal e Controladoria Geral da União), R$ 83 milhões emprestados junto ao Banco Regional de Brasília, além de R$ 800 milhões, anunciados semana passada, em contratação de financiamento no Banco do Brasil.

Em suma: o cofre do governo está “bamburrado” com nada menos que R$ 9,583 bilhões, dinheiro que será gasto a conta-gotas até ano que vem, com intensificação dos gastos (e não investimentos) a partir de janeiro do ano da eleição.

Aguenta, Epaminondas! (TR)

 

Veja mais aqui

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade