Governo controla Amostragem, mas divulga pesquisa com Estimativa

Publicado em: Quarta-feira, 11 de Agosto de 2021, 18:27h - Por: Blog do Toni

O governo do PT no Piauí detém o controle absoluto de pesquisas realizadas pelo Instituto Amostragem, através do Sistema Meio Norte de Comunicação, que divulga 100% de notícias favoráveis ao governo do sr. Wellington Dias. Faz precisamente 17 anos que naquele complexo de comunicação não se divulga nada que fira os interesses do chefe do Executivo estadual.

Por isso soou bem estranha a matéria publicada em portais de notícias locais, que igualmente fazem o mesmo trabalho do Meio Norte, de ocultar os podres do governo, para decantar seus supostos feitos, em que se informa sobre uma pesquisa feita por obscuro Instituto Estimativa - campeão de erros em eleições anteriores.

O questionamento, portanto, é o seguinte, formulado por um leitor experiente em assuntos políticos, na tarde desta quarta-feira (11) em shopping de Teresina: “O governo que tem o monopólio do acesso às pesquisas do Amostragem, agarrou-se agora ao desconhecido Estimativa.” Por que será? Boa pergunta.

O “instituto” aponta um resultado completamente fora de prumo. Totalmente em desacordo com o que se vê no sentimento popular, manifestado nas ruas e meios de comunicação. E principalmente nos diálogos intramuros do próprio governo. É uma carta arriscada apelar para esse tipo de expediente.

Na campanha de 2018, o próprio governo petista se encarregou de expor as falhas do Estimativa. Falhas grotescas e que poderiam muito bem ser tomadas como fraudes se levássemos o assunto mesmo a sério. Danado é que passado um pleito, só se pensa no próximo. E nada de corrigir os excessos cometidos no anterior.

Pois bem. No dia 6 de outubro de 2018, véspera da votação em 1° turno, o Estimativa divulgou apenas números para governador. Dizia claramente que teríamos um 2° turno no pleito governamental do estado, pois o governador e candidato à reeleição contava com 35%, o candidato Dr. Pessoa (Solidariedade, hoje prefeito de Teresina pelo MDB) detinha 23% e Luciano Nunes (PSDB), 14%.

O resultado foi a vitória de Dias em 1° turno com cerca de 55% dos votos. Os demais candidatos não apresentaram os índices anunciados pelo Instituto. Sabemos que pesquisa, hoje, é uma espécie de loteria do absurdo, sobremaneira porque se baseia na mudança de comportamento do eleitor durante a campanha. Mas isso, claro, é somente argumentação para tapear os curiosos.

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade