Não fui o primeiro, nem serei o último, mas continuo aqui!

Publicado em: Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2021, 09:02h - Por: Blog do Toni

Olá, pessoal.

Estou nessa luta do jornalismo há exatos 33 anos.

Ao longo de todo esse tempo já fiz muitas denúncias.

Produzi reportagens especiais, ganhei prêmios de jornalismo.

Em diversas vezes, e quase sempre, fui campeão de audiência, tudo isso graças à minha postura firme contra a corrupção, contra as oligarquias, o acúmulo de poderes nas mãos de poucas pessoas, a ausência de alternância no poder.

O dinheiro público tem que ser gasto com o povo e tem que ser feito de forma transparente.

Pois bem, assusta-me quando vejo alguns jornalistas dizerem que foram os primeiros a criticar o poder, a questionar os excessos do tribunal de contas do estado, do palácio de karnak, do palácio da cidade, dos prefeitos municipais, câmaras de vereadores, etc.

E todos os processos de que fui vítima? Tudo para tentar me impedir de continuar dizendo a verdade...

E as agressões que continuo sofrendo cotidianamente por parte do governo, de elementos pagos pelos poderosos de plantão, que me chamam de jornalista parcial, dizem que sou desacreditado, mas não capazes de responder aos questionamentos de minhas matérias, todas feitas com base em criteriosa apuração de fatos...

Nem sempre os documentos podem me amparar porque são ocultos, vide o verdadeiro labirinto que é o portal de transparência do governo do estado.

Não fui o primeiro a fazer jornalismo de denúncia, de questionamento.

Antes de mim, no Piauí, tivemos o Jornalista Dondon (Antônio Santana Castelo Branco).

Tivemos Francisco Figueiredo (Chiquinho do Povo), Deoclécio Dantas, Carlos Augusto, Donizetti Adalto e tantos outros.

Não, não é a primeira vez que o poder está sendo questionado no Piauí.

Os danos que me causaram os meus perseguidores foram irreparáveis. Não os esquecerei nunca.

E não posso aceitar que ninguém venha dizer que está fazendo algo que nunca foi feito ao questionar os governos, até porque fizemos no passado recente e continuamos fazendo, de forma continuada, porque essa é uma missão e não uma ocasião.

Vi muitos surgirem e saírem do sistema por conta de eleições. Enquanto isso estamos aqui, continuaremos aqui.

É isso.

(Toni Rodrigues)

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade