Diversos

As polícias vão correr mais risco com a população mais armada?

Publicado em: Domingo, 02 de Maio de 2021, 09:15h - Por: Redação
Compartilhar

E o crime organizado vai se abastecer também no mercado interno?

Desde que chegou ao poder, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem assinado decretos para ampliar o acesso a armas de fogo. Ele já falou, em várias ocasiões, sobre o desejo de ver toda a população armada. No novo podcast do G1 "À Mão Armada", a repórter Sônia Bridi investiga as motivações e as consequências dessa política armamentista.

No quarto de cinco episódios, Sônia responde às perguntas: As polícias vão correr mais risco com a população mais armada? O crime organizado vai poder se abastecer também no mercado interno?

Para isso, ela revisita o cenário de um assalto a banco que chocou o país em 2020. De acordo com o delegado que investigou o caso, foi o maior roubo já ocorrido em Santa Catarina - o grupo usou fuzis calibres 556 e 762 e .50, capaz de derrubar helicópteros.

A repórter também relembra crimes emblemáticos que mostram como a falta de rastreabilidade de munições ajuda os criminosos. E revela quem ganha com a política armamentista do presidente Jair Bolsonaro. Spoiler: está na bolsa de valores.

Nos cinco episódios, o podcast relembra casos emblemáticos de violência que comoveram o Brasil para mostrar que o que o presidente assina, ou manda assinar, pode resultar em morte.

"À Mão Armada" é uma série original do Globoplay, uma produção do jornalismo da Globo com coprodução da Pipoca Sound. Os episódios vão ser publicados sempre aos domingos.

Ouça o quarto potcast: https://g1.globo.com/podcast/a-mao-armada/


Fonte: G1

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade