Diversos

Cresce percentual de estudantes que já sofreram bullying em Teresina

Publicado em: Quarta-feira, 13 de Julho de 2022, 17:42h - Por: Redação
Compartilhar
Radio 93 FM

Em dez anos, a proporção de estudantes adolescentes que afirmaram já terem sofrido
bullying aumentou em Teresina. O índice era de 30,2% em 2009 e atingiu 42,9% em 2019. É o
que mostra a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), realizada pelo Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

A taxa de estudantes que sofreram bullying em Teresina é maior que a média de todas
as capitais brasileiras, que foi de 40,3% em 2019. A capital com maior proporção é Porto Velho
(RO), cujo índice foi de 47,9% em 2019. Já o menor percentual é de Florianópolis (SC): 35,3%.
Teresina ocupa a décima maior posição entre as capitais brasileiras. 
O levantamento também mostra que, ao longo do tempo, as mulheres passaram a
afirmar já terem sofrido bullying em maior proporção que os homens. Enquanto 31,9% deles e
28,7% delas responderam positivamente ao questionamento em 2009, o cenário mudou em
2019: 41,1% dos homens e 44,9% das mulheres.

Durante todo o período analisado, estudantes de escolas privadas referiram já terem
sofrido bullying em maior proporção do que aqueles matriculados em escolas públicas. Em
2009, responderam positivamente à pergunta 28,9% dos estudantes de escolas públicas e
32,8% daqueles de escolas particulares. Em 2019, chegou a 42,5% nas unidades escolares
mantidas pelo poder público e a 43,8% nas unidades privadas.


Fonte: Efrém Ribeiro

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade