Educação

UFPI: exigência para matrícula pode fazer alunos perderem uma semana de aula

Publicado em: Quarta-feira, 02 de Fevereiro de 2022, 13:40h - Por: Redação
Compartilhar
Reprodução

O período de matrícula curricular para calouros e alunos veteranos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) teve início nesta terça-feira (1º) e segue até a quinta-feira (03). Porém, no caso dos veteranos, a realização da matrícula só é feita mediante preenchimento da Avaliação Docente. Contudo, diversos estudantes informaram que não foram avisados previamente desta obrigatoriedade.

Um novo prazo para Avaliação Docente acontece de 05 a 08 de fevereiro. Após a avaliação, a matrícula curricular poderá ser realizada no próximo período de ajuste, nos dias 10 e 11 de fevereiro. Entretanto, as aulas iniciam na próxima segunda-feira (07). Isso fará com que muitos alunos percam uma semana de aula. 

Para dificultar ainda mais a vida dos estudantes, no site de matrícula SIGAA está fora do ar, impedindo que os alunos escolham as disciplinas para o semestre 2021.2.

Na publicação feita no Instagram da UFPI, muitos estudantes demonstraram insatisfação com a exigência. Uma aluna destacou que, em anos anteriores, a Avaliação Discente era realizada no momento da matrícula.

Outra estudante comentou que só prejudicaram os estudantes com essa avaliação, muita gente vai ficar sem conseguir se matricular nas turmas que deseja. Parabéns pela organização”, disse.

Um aluno escreveu na postagem que chegou a realizar a avaliação, mas que, no momento da matrícula, o site não registrou e, com isso, ele não consegue avançar no processo. “Engraçado que eu fiz a avaliação docente e quando fui fazer a matrícula apareceu que eu não fiz, excelente sistema!!”, diz o jovem.

No site da instituição, a UFPI destacou que fez um tutorial para orientar os estudantes quanto à matrícula curricular. No caso dos Calouros, para fazer a matrícula, é necessário se registrar antes no SIGAA. Já os Veteranos que não estão conseguindo fazer a matrícula porque não realizaram a Avaliação Docente, esses terão um novo prazo, de 5 a 8 de fevereiro, para cumprir essa etapa.

Contraponto

Por meio da assessoria de Comunicação, a Universidade Federal do Piauí informou que os prazos para realizar a Avaliação Docente na UFPI já foram abertos três vezes desde setembro de 2021, para que os alunos pudessem fazer a avaliação ou sanar pendências no sistema. Um quarto prazo, de 5 a 8 de fevereiro, vai ocorrer para que alunos possam cumprir essa exigência.

Os alunos terão então mais três oportunidades de fazer matrícula:

 

  • 10 a 11/fev - Ajuste de matrícula e solicitação para quem ainda não se matriculou;
  • 17 a 18/fev - Ajuste de matrícula e solicitação para quem ainda não se matriculou;
  • 23 a 25/fev - Matrícula compulsória feita pelo coordenador do curso a pedido do aluno.

 

UFPI irá exigir comprovante de matrícula para aula presencial

Para alunos que vão fazer aula presencial, a comprovação vacinal contra a covid-19 deve ser feita também via SIGAA. Atenção! O Arquivo do comprovante vacinal precisa estar em formato PDF e tamanho máximo de 2MB.

Os procedimentos administrativos visam garantir a segurança dos servidores e estudantes com o retorno das aulas, a partir do dia 7 de fevereiro, quando a instituição amplia o regime híbrido de ensino, que implica na oferta de disciplinas no modelo remoto convivendo com outras em formato presencial.

A medida para que os alunos apresentem o comprovante de forma digital, no momento da matrícula, é mais um passo nesses cuidados. O comprovante será anexado como um documento no processo de matrícula. 

Entre as medidas aprovadas, destacam-se as seguintes:

a) A UFPI recomenda que todos os cursos exijam o comprovante de vacina;
b) Os alunos que não apresentarem o comprovante devem ter em mãos um teste realizado em no máximo 72 horas;
c) As aulas práticas, se presenciais, precisam atender a um limite de alunos por vez, podendo ser fragmentadas em mais de uma turma;
d) As aulas teóricas são ofertadas preferencialmente no formato remoto;
e) Foram aprovadas orientações para acompanhamento de casos suspeitos, controle que visa evitar o contágio;
f) As unidades de ensino (cursos, departamentos e centros) podem adotar medidas complementares de reforço.

Restaurante

A UFPI também está tomando medidas para adequar outros setores da universidade às novas condições. No caso da Residência Universitária, a instituição vai continuar com o auxílio-residência, para que os estudantes possam se manter enquanto fica concluída a reforma da REU. No caso do Restaurante Universitário, o número de usuários será 40% menor, diante do distanciamento e da instalação de cabines individuais.

Outro setor que passa por importantes ajustes é a Biblioteca. A UFPI vai manter o acesso remoto ao acervo, mas também retoma os empréstimos físicos. Com um detalhe: os alunos não poderão frequentar a biblioteca. Eles poderão fazer o empréstimo via web e recolher o livro fisicamente, em condições totalmente controladas.


Fonte: Portal O Dia

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade