Entretenimento

Crise conjugal entre Will Smith e Jada aumenta após o Oscar

Publicado em: Quinta-feira, 21 de Abril de 2022, 14:05h - Por: Redação
Compartilhar
Divulgação

Os problemas conjugais entre o ator Will Smith e sua esposa, Jada Pinkett Smith, se intensificaram após o tapa que o astro desferiu no rosto do humorista Chris Rock, durante a cerimônia do Oscar 2022. Segundo o jornal britânico The Mirror, o casal pode viver um dos divórcios mais “feios da história do showbiz”.

Uma fonte próxima ao casal relatou que, desde o escândalo na premiação, “as tensões” entre Will e Jada “são palpáveis”. De acordo com o entrevistado, os artistas mal trocam palavras um com o outro.

– Houve problemas por anos, mas agora eles mal estão se falando. Se eles se separassem, Will tem uma fortuna de 350 milhões de dólares que Jada teria direito à metade sob a lei californiana. Pode ser um dos divórcios mais feios da história do showbiz e se arrastar por mais tempo do que os de Angelina e Brad. Will obviamente não quer isso, mas há muito que ele pode aguentar – ponderou a fonte, em declaração à Heat Magazine.

RELEMBRE O CASO
Jada é acometida por uma doença autoimune chamada alopecia, que provoca queda de cabelo. No palco do Oscar, Chris Rock a comparou com a protagonista do filme Até o Limite da Honra (1997), vivida por Demi Moore, que tinha a cabeça raspada.

Irritado, Will levantou-se de sua cadeira e foi até o palco, onde desferiu um tapa no rosto de Chris em defesa da companheira. Ele ainda ordenou que o comediante mantivesse o nome de sua esposa “fora de sua boca”. Minutos depois, o astro foi premiado como Melhor Ator por seu trabalho no filme King Richard: Criando Campeãs.

Após o episódio, Will reconheceu seu erro e pediu desculpas. Ele ainda afirmou que a “violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva”.

– Meu comportamento no Oscar de ontem à noite foi inaceitável e imperdoável – escreveu ele nas redes sociais no dia seguinte ao ocorrido.

Como punição, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu banir o ator Will Smith da premiação. A medida vale pelos próximos dez anos. A decisão não abrange somente as cerimônias do Oscar, mas qualquer outro evento organizado pela academia.


Fonte: Pleno News

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade