Política

Lula, Rafael Fonteles e Wellington Dias estão com suas candidaturas ameaçadas porque ex-presidente pediu votos durante comício no Piauí

Publicado em: Quinta-feira, 04 de Agosto de 2022, 00:24h - Por: Efrém Ribeiro
Compartilhar

Lula, Rafael Fonteles e Wellington Dias estão com suas candidaturas ameaçadas porque ex-presidente pediu votos  durante comício no Piauí
Efrém Ribeiro

O candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em seu discurso durante comício, na Cidade Folia, no bairro Morros, na zona Leste de Teresina, na noite de quarta-feira (3), pediu votos no dia das eleições gerais deste ano, dia 2 de outubro, para ele, para o candidato do PT ao Governo do Piauí, Rafael Fonteles, e para o ex-governador Wellington Dias (PT), candidato ao Senado.

"Eu queria que cada homem e cada mulher no Piauí que tem disposição de votar em mim, votar em Wellington, eu queria pedir para vocês que no dia 2 de outubro vote em mim, vote em Wellington, mas primeiro vote no Rafael porque ele vai mudar o Piauí", declarou Lula, no final de seu discurso.

A Legislação Eleitoral proíbe o pedido de votos e divulgação dos números dos candidatos a cargos majoritários e proporcionais durante a pré-campanha eleitoral.

Os candidatos só poderão pedir votos quando a campanha eleitoral começar, no dia 15 de agosto.
No início de seu discurso, Lula disse que ainda não poderia pedir votos porque a legislação eleitoral proíbe.

A oposição pode pedir a impugnação das candidaturas de Rafael Fonteles, Wellington Dias e Lula.

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade