Saúde

Alegando falta de insumos, Laboratório Central do Governo do Piauí decide só realizar exames de dengue apenas em mortos, gestantes e casos graves

Publicado em: Segunda-feira, 09 de Maio de 2022, 13:55h - Por: Efrém Ribeiro
Compartilhar
TV Piauí

A situação financeira do Governo do Piauí é grave e uma decisão do Laboratório Central (Lacen), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) só veio provar isso.

A diretora do Lacen, Waltelene Carvalho Gonçalves, enviou ofício aos diretores de Hospitais Estaduais e Municipais, Centros de Saúde do Estado do Piauí e para as Prefeituras Municipais informando que será realizado diagnóstico laboratorial de dengue somente de casos notificados como óbitos, gestantes e casos graves.

O Piauí vive o maior surto de dengue de sua história e os exames nas mulheres grávidas são necessários porque podem indicar que foram infectadas pelo Zika vírus e seus bebês podem nascer com hidrocefalia.

"Estamos seguindo a recomendação do Ministério da Saúde e ainda em consonância com a Vigilância Estadual de Saúde', afirmou Waltelene Carvalho Gonçalves.

Segundo ela, a Pesquisa de Dengue IgM e NS1 está suspensa no Sistema Gal Lacen do Piauí, em virtude da indisponibilidade dos insumos no mercado mundial, ocasionada pela crise crescente na Ásia e guerra na Ucrânia.

"O Ministério da Saúde vinha disponibilizando esses insumos para os Lacens e com a crise recomendou estabelecimento de critérios para a realização de testagem" , disse Walterlene Carvalho Gonçalves.


Fonte: Efrém Ribeiro

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade