Últimas Notícias

Ministério Público descobre que Themístocles Filho (MDB) empregou na Assembleia Legislativa 3 irmãs de sua mulher

Publicado em: Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2022, 11:02h - Por: Efrém Ribeiro
Compartilhar
Lucas Dias/GP1

O promotor de Justiça, Francisco de Jesus Lima, 42ª Promotoria da Fazenda Pública de Teresina, disse ter constatado que o presidente da Assembleia Legislativa (Alepi), deputado estadual Temístocles Filho (MDB), praticou nepotismo ao nomear para cargos no parlamento estadual Gilvanária do Nascimento Alves, Sheila do Nascimento Alves e Lucilene do Santos Alves, irmãs de sua mulher, Ivanária do Nascimento Alves Sampaio Sampaio (MDB), prefeita de Esperantina.

O promotor de Justiça Francisco de Jesus afirma que desde abril do ano passado ocorrem irregularidades na Assembleia Legislativa e ingressou na Justiça com 23 ações por nepotismo e 20 acumulações ilegais de cargos de pessoas que trabalham na Assembleia Legislativa e em outros órgãos públicos.

Entre suas ações na Justiça está uma contra o vice-prefeito de Padre Marcos, Evaldo Benedito da Silva, que recebia da Assembleia Legislativa, onde era assessor jurídico, e da Vice-Prefeitura,  R$ 444 mil durante a acumulação ilegal. Ele em suas ações que ingressou na Justiça pela a devolução dos recursos públicos recebidos irregulamentos e com ações civis, penais e administrativas.


Fonte: Efrém Ribeiro

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade