Últimas Notícias

Seis e Meia retorna com shows de Elba Ramalho em Teresina e Parnaíba

Publicado em: Quinta-feira, 14 de Outubro de 2021, 14:43h - Por: Redação
Compartilhar

A  cantora, Elba Ramalho,será a atração do próximo Seis e Meia, que retorna após mais de um ano paralisado por conta da pandemia. Os shows acontecem nos dias 19 e 20 de outubro, em Parnaíba e Teresina, respectivamente. Os ingressos serão vendidos a partir desta quinta-feira (14) na bilheteria do Theatro 4 de Setembro, em Teresina, e na sexta (15) no Museu do Mar, localizado no Complexo Porto das Barcas, em Parnaíba.

O projeto volta ainda em fase de testes, com liberação de atividades em teatros e locais fechados, segundo o decreto do Governo do Estado, com capacidade de público reduzida e cumprindo os protocolos sanitários (incluindo o uso de máscara) e de distanciamento. Será necessário apresentar carteira de vacinação na compra dos ingressos e no dia dos shows. As aberturas locais serão feitas pela banda Gibão de Couro, em Parnaíba, e Gonzaga Lu, em Teresina.

Para o projeto Seis e Meia, Elba traz uma versão acústica e intimista do seu repertório, acompanhada por apenas três músicos;  Marcos Arcanjo (se revezando entre violão e guitarra),  Rafael Meninão (Sanfona) e Anjo Caldas (percussão).

Neste espetáculo, a cantora também relembra sua estreia, há mais de 40 anos, quando participou do espetáculo Ópera do Malandro. “Era só um número, mas eu arrasava”, garante Elba.

No repertório, também grandes sucessos da carreira como Gostoso demais, Ai que saudade  d’ocê, Dia branco, Chão de giz, Canção da despedida, Banho de cheiro e Veja (Margarida). Um momento de singular comunhão artista-plateia, e proximidade com os fãs.

“Vamos retomar o projeto de forma gradual, atendendo a todos os protocolos e ao decreto estadual. O público será reduzido e será exigida a apresentação do cartão de vacinação. Durante todo esse período, cuidamos das casas de cultura e realizamos projetos e lives pra ajudar nossos artistas. A pandemia ainda não acabou, mas aos poucos vamos nos readequando e retomando algumas atividades”, afirma o secretário estadual de Cultura, Fábio Novo.

Aviso de cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Saiba mais na nossa Política de privacidade